Bandeiras lilás irão alertar banhistas sobre águas-vivas

As praias de Santa Catarina que tiverem casos de águas-vivas durante o verão serão sinalizadas com uma bandeira lilás, segundo informações do Corpo de Bombeiros do estado.

A bandeira lilás, que segue o padrão internacional para indicação da presença de animais marinhos que possam representar risco, no Brasil mostrará a incidência de águas-vivas no local, que podem causar queimaduras, além de dor intensa e espasmos musculares.

A sinalização volta a ser utilizada na intenção da diminuição dos incidentes com as populares “caravelas”, após o verão passado onde foram registrados mais de 77 mil acidentes com estes animais, apenas no litoral catarinense.

O aumento dos casos nesta época do ano acontece principalmente por tratar-se do momento de reprodução das espécies e com o acréscimo sem tamanho de banhistas, os números sempre acabam sendo superados.

O que fazer após a queimadura

Para quem teve a infelicidade de estar no caminho das águas-vivas, algumas dicas básicas devem ser lembradas, afim de diminuir o desconforto e evitar complicações:

— Procure um salva-vidas. Caso a praia não disponha, procure lavar o local com água salgada de forma abundante. Posteriormente cubra com um tecido com vinagre a área afetada.
— O vinagre é uma alternativa, já que neutraliza as células com veneno, além de combater a dor.
— O contato com algo gelado também alivia a dor. Porém apenas aplique gelo envolto em um saco plástico, pois a água doce ajuda a liberar mais toxinas além do gelo poder queimar ainda mais o local.
— Caso o ferimento continue doendo, o uso de creme com cânfora proporciona uma sensação de frescor.
— Caso formem-se bolhas, o que não é comum, podem ser usados medicamentos e pomadas específicos.
— Ocorrendo náuseas, febre, vômito ou mal-estar, procure um posto de saúde

O que não fazer

— Esfregar a área atingida
— Passar areia, protetor solar, refrigerante ou outras substâncias
— Raspar a área
— Lavar com água doce logo após o contato

Com essas dicas, além da cautela já necessária quanto as condições do mar, vale prestar atenção a bandeira lilás e ficar atento a presença das temidas águas-vivas em nosso litoral.

Curta e Compartilhe!
0