Ilha das Cabras de caiaque

Em um dia qualquer, resolvemos conhecer uma ilha bem especial, em nossa primeira remada no mar.
Fomos até a Ilha das Cabras, cartão postal da cidade de Balneário Camboriú, de caiaque!

Saíamos do Pontal Norte em um trajeto de aproximadamente 2,5 km. Optamos por essa rota, ao invés de sairmos da praia central em linha reta para a ilha, onde a distância é em torno de apenas 600 metros, pela facilidade em estacionar e carregar os caiaques para a praia e também pelo fato de a faixa de areia no Pontal Norte ser menos movimentada.

Remar no mar é uma coisa muito louca, bem diferente de estar no rio. O trajeto em si foi bem tranquilo e estável, mas por vezes se tinha a impressão de que estávamos entrando em um buraco, no espaço de uma ondulação e outra o vão se aprofundava de uma forma que não se conseguia enxergar nem o horizonte,muito menos a praia, tenso!

Chegamos na Ilha das Cabras aproximadamente 1h depois de começarmos a remar, recuperamos o fôlego e fomos desbravar o pequeno pedacinho da terra, repleto de verde e com muito entulho que a prefeitura municipal deixa após cada manutenção na iluminação da ilha.

A visão de Balneário Camboriú a partir da Ilha das Cabras é linda. A quantidade de prédios em uma orla reta, torna o visual assimétrico uma atração pra qual pode se dedicar um bom tempo de contemplação.
A elevação e a diminuição das marés deixam pequenos moradores nas poças de água acumuladas nas pedras, como caramujos e anêmonas.
12541054_941896109214702_3945678158725590743_n
Depois de uns 45 minutos atracados encontramos um casal, vindo também de caiaque. Vela lembrar, que por mais próxima que a ilha esteja da orla, no mar toda atenção é pouca.
Deve-se permanecer atento a maré e a corrente, estar alimentado, evitar misturar álcool e atividade de risco e cuidar no embarque e desembarque na ilha, que deve ser bem ágil, já que as ondas quebram nessa primeira barreira antes da praia. No mais, colete salva-vidas e força no braço!

Para conhecer mais destinos de Santa Catarina não deixe de curtir o Guia SC Turismo.

 

Curta e Compartilhe!
0