Impacto econômico da Volvo Ocean Race Itajaí deve superar a edição passada

Expectativa da organização é que aproximadamente 400 mil pessoas circulem pela Vila da Regata e movimentem mais de R$ 82 milhões nos 18 dias de evento

 Mais do que orgulho para Santa Catarina, a Volvo Ocean Race se consagra como um importante estímulo para a economia. Com investimento de cerca de R$ 12 milhões, a previsão da organização do Itajaí Stopover é ter um impacto econômico superior aos R$ 82 milhões registrados na edição de 2015. Ao todo, 2 mil empregos diretos devem ser gerados agora, com movimentação em 50 setores. A expectativa é que o evento, realizado entre 5 e 22 de abril, atraia aproximadamente 400 mil pessoas, número superior à ultima edição, quando cerca de 352 mil visitantes passaram pelo local, segundo levantamento do Instituto de Pesquisas Sociais (IPS) da Univali.

            De acordo com as projeções, grande parte do público será catarinense, porém a se esperaque 40 mil pessoas devam se deslocar de outros estados e em torno de 5 mil estrangeiros circulem pela região. Todo fluxo movimentará a cadeia econômica como um todo, englobando os comércios, transporte e turismo local. “O cenário é de recuperação. O município colocou o porto com 75% do funcionamento e a gente sabe que quando o porto funciona, capitaliza para toda a cidade e vários setores passam a refletir este positivismo”, explica o Secretário do Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Giovani Alberto Testoni.

            Para receber a grande demanda de público, Itajai dobrou a capacidade hoteleira da última edição da Volvo Ocean Race Itajaí para agora. Nos últimos anos, redes internacionais se instalaram no município que também ganhou novos leitos com a ampliação de empreendimentos tradicionais da cidade. “São aproximadamente 3 mil novos leitos. Nossa rede hoteleira investiu pesado para atender melhor aqueles que passam por aqui. Isso nos dá uma vantagem muito grande em relação à edição passada”, acrescenta Testoni.

Foto: Nelson Robledo

Estrutura e serviços ganham com a regata mundial

            A rede de restaurantes também expandiu para oferecer o melhor da gastronomia típica e variadas opções a visitantes e moradores. Para a edição 2018 da Volvo Ocean Race Itajaí, os estabelecimentos buscam ampliar, adaptam o cardápio para mais de um idioma e treinam os funcionários para melhor receber pessoas de diferentes culturas e estilos.

            Todo legado da Volvo Ocean Race beneficiará como um todo o turismo da Costa Verde & Mar. Além de chamar novamente a atenção do Brasil e do mundo para os atrativos turísticos, infraestrutura e belezas naturais, qualificará ainda mais os serviços oferecidos. A região, que tradicionalmente, atrai mais de 3 milhões de pessoas na temporada de Verão e tem uma taxa de aprovação superior a 98%, deverá ganhar ainda mais status entre os principais destinos brasileiros. “Estamos num dos paraísos naturais do Brasil, somos um dos primeiros destinos escolhidos por diversos brasileiros e estrangeiros, mas temos certeza que as adequações realizadas no período da regata fazem com que sejamos ainda melhores. Temos certeza que isso atrairá ainda mais turistas e movimentará intensamente todos os setores da região e até mesmo de toda Santa Catarina”, afirma o secretário de turismo de Itajaí, Evandro Neiva.

Foto: Nelson Robledo

Volvo Ocean Race também repercute positivamente o Litoral catarinense na mídia nacional e internacional. Segundo levantamento do Instituto de Pesquisas Sociais (IPS) da Univali, mais de 300 jornalistas do Brasil e do mundo estiveram em Itajaí na edição 2015 para cobertura do evento. “Estes dados representam que a nossa região está em evidência, mostra o quanto toda movimentação na cidade é importante para o Brasil como um todo”, acrescenta o secretário de turismo.

Além da herança turística e estrutural, a Volvo Ocean Race abre novas portas. Exemplo é a expansão do potencial econômico na cidade após as edições de 2012 e 2015. Além de figurar entre os principais portos brasileiros, Itajai passou a ser reconhecida em nível nacional como importante polo náutico, recebendo novas indústrias, com a produção de embarcações de luxo, ampliação no número de estaleiros navais, entre outros. O município aparece também como o terceiro melhor centro e polo de logística do país.

Tratativas para 2020/2021

            Para garantir que a Volvo Ocean Race volte em novas edições à região, equipes da prefeitura e das secretarias de turismo de Itajai e do Estado uniram forças nas tratativas com a organização internacional da regata. A previsão é que as ações sejam formalizadas apenas próximo a 2020, porém os representantes catarinenses garantem que alinham tratativas para garantir que o Brasil, Santa Catarina e Itajai permaneçam na configuração do evento mundial.

 Movimentação Volvo Ocean Race Itajaí 2018

 Impacto econômico: expectativa superior a R$ 82 milhões
Investimento: R$ 12 milhões
Empregos diretos: 2 mil
Setores movimentados: 50
Público: 400 mil

SERVIÇO

Volvo Ocean Race Itajaí
Data: 5 a 22 de abril
Horário: De segunda-feira a sexta-feira das 12h às 24h, exceto a abertura, no dia 5 de abril que será a partir das 19h;
Fim de semana das 10h às 24h

Local: Vila da Regata – Centreventos Itajaí
Entrada gratuita

Curta e Compartilhe!
0