Linguiça Blumenau

Iguaria típica da região do Vale do Itajaí, a linguiça Blumenau é um símbolo da cultura germânica.
Inicialmente os colonizadores produziam linguiças puras, como era habitual na Alemanha da época, com o tempo foram acrescentando temperos e ingredientes locais, modificando o tradicional e assim criando uma nova receita.

Essa “nova” linguiça era atrativo de turistas, que ao chegarem na região buscavam a tal “linguiça de blumenau”, tendo ficado este nome como homenagem ao município.
Com o passar do tempo, as terras da região foram desmembrando-se e sendo emancipadas, e assim a região onde era produzida, que a principio pertencia a cidade de Blumenau, hoje é a cidade de Pomerode, então cabe aqui a devida e reconhecida divisão do crédito.

Produzida com cortes suínos selecionados, temperos e uma capa natural, a linguiça blumenau é defumada por várias horas seguidas, seguindo padrões culturais antigos, mas tendo rigorosas normais atuais de manipulação.
Ela pode ser armazenada na geladeira ou em temperatura ambiente, muitas vezes criando um bolor natural muito semelhante a alguns queijos, passível da retirada com um papel toalha mais totalmente seguindo totalmente apto para consumo.
Existem diversas formas para o consumo, como aperitivo, em sanduíches ou na construção de outros pratos, como pizzas, risotos, batatas recheadas e o que mais a criatividade permitir!

A Câmara de Vereadores de Blumenau, aprovou um projeto de lei no ano de 2015 que tomba a linguiça do tipo Blumenau como patrimônio cultural imaterial do município, baseando-se na sua participação histórico cultura na formação da região. Experimente a cultura local 😉

Curta e Compartilhe!
0